Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Diário de Bordo - Nem sempre foi assim...


Nem sempre foi assim

Houve um tempo em que viver era apenas um passatempo divertido
Em que as horas eram apenas o tempo em que passava observando o mundo
E felicidade era uma mágica que acontecia espontaneamente
Houve um tempo em que palavras eram apenas palavras
Não havia nada subentendido
Nenhum ardil acobertado sob doces falsas intensões...
Houve um tempo em que ser apenas o que se é
Era antes de mais nada uma virtude e não um fardo a ser carregado
Meus algozes tinham nome e sobrenome e não se escondiam dentre as brumas
Houve um tempo em que sonhar era apenas fazer planos
Criar um mundo ideal e ir em busca dele
Sem me preocupar se era utopia, se era factível, se era real...
Houve um tempo e que céu era mais azul
O ar mais leve, as manhãs mais inocentemente preguiçosas
Sem culpas, sem receios, sem pretextos....
Houve um tempo em que tudo era mais simples
E isso não era nem um pouco menor
Não era menos complexo, apenas simples.. de ver, encarar, suportar...
Hoje eu vergo sob o peso das pressões, das alucinações da rotina
Dos prazos sempre inexistente, dos trabalhos urgentes
da burocracia, da letargia, da ignorância, da pequenez....
Hoje meu horizonte é mais cinza, minhas noites mais lentas
mais densas, mais profundamente opressivas...
Hoje meu sono é pesado, entrecortado, arrastado, quase maldito...
Sem manhãs de sol, sem sonhos, sem descanso, sem consolo...
Hoje viver é um desafio... que se cumpri cada dia...
Vencendo leões, ultrapassando obstáculos, acumulando bagagens...
Mas sem chegada, sem medalha, sem vitória, sem perdão...
Houve um tempo em que hoje, era apenas mais um dia
pra tentar tudo de novo...
Hoje não há mais escolha... pois é a última chance.

15 comentários:

Anne disse...

Bahhhhh...Mila, isso ficou absolutamente lindo, lindo, lindo. Apesar de triste ler isso assim, acho que é bem isso mesmo que acontece! A vida começa a nos exigir cada vez mais, em todos os sentidos...
Quando eu era criança achava q qdo crescesse poderia expressar mais o que penso e sinto...hoje vejo que em algumas coisas sim, mas na maioria é bem o contrário. Além de todos os prazos e pressões, boa parte do que é mais belo em mim não pode aparecer, pq seria massacrado sem perdão! E é bem isso...reconhecimento é raro e sempre mto bem-vindo! Graças a Deus no meu trabalho eu o encontro sempre, na evolução das pessoas, no sorriso que vejo voltar, no brilho que volta para a alma de cada uma delas. É perfeito!
Credo, viajei, mas espero que vc entenda...rs
Bjos pra vc. Ahhh, a foto ficou perfeita, valeu eu ficar esperando HORAS até vc achar...kakaka

Marcus Vinicius disse...

Definitivamente perfeito!

Vc conseguiu colocar em palavras uma coisa que eu tento expor a muito tempo aos meus amigos: A vida que um dia conhecemos não é mais a mesma.

A velocidade do mundo acaba nos esmagando e nos deixando bitolados. Esquecemos das coisas que realmente importam e acabamos nos iludindo e seguindo um pensamento massificado, trabalhado, que na maioria das vezes nem é nosso!

As pessoas mudaram! Ninguém mais é o que parece ser... nós que mantemos um blog e nos expressamos por ele, tentamos nos mostrar exatamente como somos, através de sentimentos! Nós somos muito poucos... a grande maioria carrega uma máscara para cada ocasião... e os errados somos nós!? Fazer o que?

Caramba! Acabei viajando tbm! rsrsrs

Bem... deixei o meu recado!

bjs

Fabio disse...

Quanto mais o tempo passa, mais mudam nossas responsabilidades e atitudes perante a vida.

Aquela vida que outrora é simples e fácil hoje se tornou difícil e se torna mais complicada a cada dia que passa. E a tendência é piorar.

Mas apesar de tudo, ainda existem muitas coisas que fazem a vida feliz, apesar das dificuldades: amigos, amores, família. A vida pode ser difícil, mas não precisamos ser infelizes.

Grande beijo!

Cadinho RoCo disse...

A última chance nunca se identifica. Houve um tempo que passou acabou para que outro viesse e trouxesse este agora assim indecifrável e prontinho para que você trate de revoluciona-lo, como quiser. Ele está ao seu dispor, ele é seu.
Cadinho RoCo

MUTUMUTUM disse...

Verdade! Por que esse tempo não existe mais? O que aconteceu com o nosso tempo? Por que o nosso tempo não é como aquele tempo?

Hoje é tudo mto difícil. Hoje, você não pode confiar em ninguém. Hoje, você não pode sonhar... deve, apenas, viver... por que? Oh, céus!!! Por quê?

Texto impecável, perfeito e realista. Curti demais o/

Abraços o/

Renata disse...

onde que eu assino?!!!! rs..

bjos!!!

# thiago disse...

triste, real, lindo e marcante...
esse texto mexeu tanto comigo q vou ser obrigado a guardar!

Mi.. já te add no orkut, linda!

beijos

Ana Paula disse...

Ah... quero voltar no tempo...

Carlinha disse...

Milaaaa
posso copiar o coment da Ana Paula e o da Renata???

bjus

naenorocha1@hotmail.com disse...

MEU TEMPO

Sou de um tempo
Em que a gente sonhava
Que tudo podia mudar
Se todo mundo quisesse
Sou de um tempo
Em qeu a solidão não contava
E a união comandava
Uma enorme quermesse
Sou de um tempo
Em que o povo ia pra rua
E reclamava em marcha
De guerra no fim do mundo.

Sou de um tempo
Em que o homem chegava à lua
E a gente fazia um racha
Entre o porvir e o profundo
Sou de um tempo
Em que se tinha raiz
E se queria um país
Mais positivo e fecundo
Sou de um tempo
(E a gente tinha era tempo!)
De ser ligado e atento
De nunca negar abrigo.

Sou de um tempo
Em que não tinha disfarce
Mesmo com o medo na face
Não se entregava um amigo
Sou de um tempo
Em que havia o perigo
De se pensar em voz alta
E logo entrar em apuro
Sou de um tempo
Em que sonhar era puro
Pois apesar dos pesares
Meu tempo tinha futuro.

Um beijo
Naeno

Ricardo Rayol disse...

adorei demais, demais... gosto de textos assim densos e angustiantes...

inutilia sapiens disse...

belo o texto, belas imagens, belo blog e template.
voltarei.
=)
abraço.

inutilia sapiens disse...

"nem sempre foi assim"

Vinicius disse...

me manda por e-mail o autor..

Van disse...

Milla.....
Não tem onde ser mais perfeito.
Adorei............. Tudo!
O tempo é um sujeito estranho e exigente!

Beijuca