Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Diário de Bordo - Solidão

Cansei de ser este objeto mal amado
Vivendo das migalhas de felicidade dos outros
Como esmolas deixadas por dó por aqueles que passam
Cansei desta solidão tamanha que draga o mundo
E ainda assim me faz vazia
Cansei do descaso dos deuses e da fúria dos demônios
Que me rondam, que drenam minha alegria
Que mostram a verdade nua e crua
Desta solidão que me toma
Cansei de não ter o que todos tem
E ainda assim me é negado
De ser um barco perdido neste mar imenso de solidão
Cansei de não poder ser
Porque apenas estou
Transitória, transitando
Entre dois mundo, sem direção
Cansei de tudo e cansei enfim da vida
Que não tem o menor sentido sem aquilo que a faz mover.

15 comentários:

Delfim Peixoto disse...

Mas não canse de esperar que o cansaço não descanse enquanto a não deixar descansar. Não canse de esperar por esse sentido que dá sentido à vida, porque a vida não cansa de esperar por si!
Bj

Alle Nascimento disse...

oieee!

adorei seu comentário. rsr

ps. volto para poder ler esse post despois...

bom dia!

abçs alle :)

# thiago disse...

Mila!!! Mila!!! Mila!!!
Mila!!! Mila!!! Mila!!!
Mila!!! Mila!!! Mila!!!

Não se canse tanto! ;)

Lindo texto, como sempre...

Ahhhh, vc tem messenger??? rs

beijos!

ps: esqueci de te parabenizar pelo dia dos professores!

Alec disse...

O sentimento de cansa�o � triste e mortal. Em poucos instantes mata aquele que nos move, e transforma tudo em volta, n�o deixa o m�nimo pingo de vida.

Ingrith disse...

=D Cansa não!

Um olhar para dentro disse...

aiaia... tb ando cansada de tantas coisas... menos de ser feliz!!!!!!!!
bjussssssss e um lindo dia!

ki-colado disse...

Muitos procuram o amor por todos os cantos, entretanto o amor está dentro de cada um de nós. Basta apenas acha-lo para descobrir-mos que podemos ser felizes a começar por nós mesmos. Sim... digo nós mesmos, porque sempre temos a mania de querer encontra-lo nos outros, e sentimento é algo interno, tão pessoal e intransferivel que não pode ser tratado pelo lado de fora, a não ser com ajuda médica. Mesmo assim o movimento de resolução é interno. Amar-se, em primeiro plano, descobrir-se como está fazendo, é o caminho certo. Parar, pensar, avaliar, questionar é imprescíndivel, para ter-se plenitude no que realmente é seu. Fé e coragem, perseverança e glória, são os meus melhores votos à ti sempre.

naenorocha1@hotmail.com disse...

Eu gosto de ler uma poesia bonita como esta.
Tiro mito prá mim.

Haja coraação.

Um beijoi
Te amo
Naeno

Antonio Ximenes disse...

Mila.

A solidão existe... sim... ela existe em meio as multidões.

A pior solidão é a acompanhada.

Estarei sempre por aqui... para que a minha solidão acalante a sua.

Beijos gostosos.

Ana Paula disse...

Mila, que doído... Beijinho.

Nil Brito disse...

"Cansei de não ter o que todos tem..." O que, dívidas?? É o que todo mundo tem. Se vc não tem, não se canse por isso, baby! Ou, então, cante Antonio Maria: "Ninguém me ama, ninguém me quer, ninguém me chama, de meu amor. A vida passa, e eu sem ninguém, e quem me chama, não me quer bem... E hoje, descrente de tudo, só me resta o cansaço... cansaço da vida... cansaço de mim... velhice chegando, e eu chegando ao fim"...

Mas só qdo vc tiver a minha idade (rs)

abs carinhosos do nil

Carlinha disse...

Post, bonito e triste tbm!!!! rs

beijos

Alle Nascimento disse...

sensacional!
se tem noção da intensidade desta frase (ao menos para mim) ''Cansei de não ter o que todos tem'' --adorei isso!


abçs

Van disse...

Milla....
Querida, há um tempo atrás postei algo assim..... Cansado!!!!!
Um post bem parecido.

Isso passa! Acredite!

Beijuca

Alle Nascimento disse...

Dúvida minha...
''sem aquilo que a faz mover''(??)
é aquilo que todos tem!

abçs!