Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

terça-feira, 10 de abril de 2007

Diário de Bordo - Vazio...

Bom dia meus caros...

Espero que o dia seja bom.... Nada contra o dia ou contra qq um... Apenas me sinto vazia... alheia ao mundo que me cerca... Alheia ao bom e ao ruim... apenas medio... apenas muro... apenas blasé... apenas...
Dias cinzas são menos alegres... são tem a densidade da chuva e suas beneces (e males...) ou a força do sol... Dias grises... dias melancolicos... uma viagem ao centro da terra... uma viagem ao centro de mim... Nada especial, nada anormal... um dia como outro qq... como qq dia....
Logo mais mergulho no turbilhão do dia... dos compromissos... sorrisos omissos... Dentista, trabalho, matéria, texto, aula... palestra... Semana de Comunicação... com quem quero me comunicar?... com quem me comunico?... o que comunico... um mico... bussola sem direção... sem norte... forte ou sorte...
Hoje deixo a vcs uma música do Legião Urbana que gosto muito... não é alegre... mas o dia não é alegre.... porém não se engane... não confunda melancolia com tristeza... viagens interiores com depressão... estar alheio com estar ausente.... É apenas um recolhimento... um distanciamento necessário... que compartilho... pelo ciberespaço... por onde navego... ou sou navegada....
Beijos a todos, um dia feliz e produtivo!!!!
Cambio Desligo...

Andrea Doria - Legião Urbana
Às vezes parecia que, de tanto acreditar
Em tudo que achávamos tão certo,
Teríamos o mundo inteiro e até um pouco mais:
Faríamos floresta do deserto
E diamantes de pedaços de vidro.
Mas percebo agora
Que o teu sorriso
Vem diferente,
Quase parecendo te ferir.
Não queria te ver assim -
Quero a tua força como era antes.
O que tens é só teu
E de nada vale fugir
E não sentir mais nada.
Às vezes parecia que era só improvisar
E o mundo então seria um livro aberto,
Até chegar o dia em que tentamos ter demais,
Vendendo fácil o que não tinha preço.
Eu sei - é tudo sem sentido.
Quero ter alguém com quem conversar,
Alguém que depois não use o que eu disse
Contra mim.
Nada mais vai me ferir.
É que eu já me acostumei
Com a estrada errada que eu segui
E com a minha própria lei.
Tenho o que ficou
E tenho sorte até demais,
como sei que tens também...

3 comentários:

Carlinha disse...

ei mocinhaaaaaa...
como costumamos fazer, qdo uma ta mal a outra vem e levanta, certo???
então, bora lá fazer bagunça Missila...
hj tem semana da comunicação...
ai meu deus dia do incansável do amigo Jones falar, falar, falar, falar.. hahahah
vou levar chocolate pra gente comer ta... hehehe
beijoooooooooooos

Monalisa disse...

Isto mesmo Carlinha, leva chocolate para levantar o astral dela! Mas há dias em que estamos assim, neste vazio, mas isto passa... Nem sempre o céu tem estrelas, o que não significa que as estrelas não aparecerão mais. Beijo!

Juliana disse...

As vezes é bom ter essas reflexões, tenho elas sempre rsrsr
Mi quinta feira vou ai na facul pra ver vcs!!!
bjus