Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

sexta-feira, 13 de abril de 2007

Diário de Bordo - Primeiro mês do Blog!!!! Sexta-feira 13!!!! A caixa de Pandora!!!!

Cara Tripulação!!!!
Conforme prometido, para comemorar o primeiro mês do Blog, vamos fechar nossa "Caixa de Pandora" com todas as bizarrices, encucações, curvas de rio, tranqueira e mais besteiras que estejam atravancando nossas vidas e mandar tudo pro beleleu, pros quintos dos infernos, pras cucuias, pro tranca rua, pro raio que o parta ou pra onde a caixa queira ir, com a condição de jamais voltar.
Espero que o dia de vcs não tenha sido nefasto (adoro o numero 13!!! hehehe...) e para justificar a utilização deste dia pra mandar a nossa imensa nuvem negra para o além, conforme sugestão da Carlinha, resolvi procurar a origem desta lenda.


Uma Sexta Feira 13 ou seja, uma Sexta-feira no dia 13 de qualquer mês, é considerada popularmente como um dia de azar. Paraskavedekatriaphobia é o medo/fobia da Sexta Feira 13. Esta superstição teve origem no dia 13 de Outubro de 1307, sexta-feira, quando a Ordem dos Templários foi declarada ilegal pelo rei Filipe IV de França; os seus membros foram presos simultaneamente em todo o país, e alguns torturados e, mais tarde, executados, por heresia.
Tudo indica que essa crendice também vem de duas lendas da mitologia nórdica. De acordo com a primeira delas, houve, no Valhalla – a morada celestial das divindades –, um banquete para 12 convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga em que morreu Balder, o favorito dos deuses. Instituiu-se, então, a superstição de que convidar 13 pessoas para jantar era desgraça na certa e esse número ficou marcado como símbol do azar. A segunda lenda é protagonizada pela deusa do amor e da beleza, friga, cujo nome deu origem às palavras friadagr e Friday, “sexta-feira” em escandinavo e inglês. Quando as tribos nórdicas se converteram ao cristianismo, a personagem foi transformada em uma bruxa exilada no alto de uma montanha. Para se vingar, Friga passou a reunir-se, todas as sextas feiras, com outras 11 feiticeiras, mais o próprio satanás, num total de 13 participantes, para rogar pragas sobre a humanidade. Da Escandinávia, a superstição espalhou-se por toda a Europa, reforçada pelo relato bíblico da Ultima Ceia, quando havia 13 pessoas à mesa, na véspera da crucificação de Cristo – que aconteceu numa sexta-feira. No Antigo Testamento judaico, inclusive, a sexta-feira já era um dia problemático desde os primeiros seres humanos. Eva teria oferecido a maça a Adão numa sexta-feira e o grande dilúvio teria começado no mesmo dia da semana.

Agradeço a todos que tem visitado meu Mundo Estranho, para os que postam com frequencia, para os que só observam, para os que observam e preferem nem comentar pra não se comprometer... hehehe e aqueles de passam de vez em quando... enfim todos... Vcs são todos especiais!!!
Que nossas oferendas tenham passagem de ida e nunca de volta e que vcs continem esta viagem pelo Estranho Mundo de Mila!!!!
Caixa fechada, lacrada e despachada!!!!!
Cambio Desligo

Um comentário:

Fabio disse...

Bacana tudo o que li....adorei o MEGA BEIJO é aquele sorvete da Yopa?...rs.....nossa acho q nem existe mais Yopa...rsrsrs.......bj....bom...o mundo é ....já ouviu o Beat da Beata da Ana Carolina...?...rs...Toda boate tem um fundo de verdade....rsrs!
Quem me achou o que?...rs
Bjks e tenha um sabado lindo ..a.cebi de finalizar meu trabalho da pós. Fui!