Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

sábado, 17 de março de 2007

Diário de Bordo - Niver do Papi

Tripulação!!!!

Todo mundo espera alguma coisa... de um sábado a noite... hehehe
Ah o final de semana... que maravilha!!!! Hoje acho que vou ficar entocada... to com uma dorzinha incomoda nas costas (sei la de onde ou como ela apareceu... hehehe), e nenhum convite tentador pra ignorar estas besteirinhas e me fazer curtir a noite.... Fico entrão com as lembranças de sábado passado, que foi bárbaro, em muitos sentidos... hehehe...
O curso para os jornalistas hoje foi demais!!! Um pessoal super cabeça, super interessado em computação gráfica, a grande maioria foto-jornalista, o que os torna mais a minha praia... hehehe
Mas como nem tudo são flores, não tinha nenhum gatinho dando sopa... hahaha... alias... apareceu um la que o pessoal do sindicato mesmo disse que é meio pancada... veio falar comigo de RG na mão e tudo... medoooooooooooooooooooo.... mas tudo bem... não choveu cantaros hoje e não precisei voltar de bote da vila carrão.
Hoje minha homenagem fica pro aniversariante do dia, um acara hiper bacana, meu exemplo de vida, meu papi!!!!Que eu possa por muito tempo ter este porto seguro em minha vida, esta voz firme, amiga e tão cheia de sabedoria, e que eu possa ser pelo menos 10% daquilo que ele é!!!!
Desejo a todos uma excelente noite de sábado e começo de domingo, que vcs aproveitem muito e sejam felizes!!!
E para finalizar, mais uma musica na minha empreitada... quem sabe... hahahaha
Beijos e Cambio Desligo

Que se danem os nós - Ana Carolina
Vim gastando meus sapatos
Me livrando de alguns pesos
Perdoando meus enganos
Desfazendo minhas malas
Talvez assim chegar mais perto
Vim achei que eu me acompanhava
E ficava confiante
Outra hora era o nada
A vida presa num barbante
E eu quem dava o nó
Eu lembrava de nós dois
Mas já cansava de esperar
E tão só eu me sentia
E segui a procurar
Esse algo alguma coisa
Alguém que fosse me acompanhar
Se há alguém no ar
Responda se eu chamar
Alguém gritou meu nome
Ou eu quis escutar
Vem eu sei que tá tão perto
E por que não me responde
Se também tuas esperas
Te levaram pra bem longe
É longe esse lugar
Vem nunca é tarde ou distante
Pra te contar os meus segredos
A vida solta num instante
Tenho coragem tenho medo sim
Que se danem os nós

Um comentário:

Mah disse...

Nom sei pra q c fez isso aqui @_@ ninguem olha mesmo.. aheuaheuhauehua **corre** agora vc vai fica implorando pra todo mundo "entra laaa.. comeeeenta" isso eh chaaaaaato, maaas vc q quis ter um diario neh... alias, c ja naum ta meio idosa pra ter diario nom? sadhoihiaoshihiosahioahaoishoi Enfim... bom enterro pro blog /o/

Bezu coisá =**