Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

terça-feira, 15 de maio de 2007

Diário de Bordo - Reflexões

Bom dia meus caros Tripulantes!!!!
Ontem foi um dia relativamente tranquilo. Uma reunião no final da tarde, a penultima, e a abertura do Foco a noite, o Forum de Comunicação do Imes. Tema da Semana: Comunicação e Meio-Ambiente. Tema do dia: o documentário "Uma verdade inconveniente" do ex-vice presidente norte-americano Al Gore, vencedor de 2 Oscar em 2007. O documentário trata sobre o aquecimento global e suas consequências nos próximos 50 anos, se a humanidade continuar sem tomar nenhuma atitude. Confesso que fiquei estupefata. As questões sobre meio-ambiente, aquecimento global, protocolo de Kyoto, permeiam a mídia, mas na maioria das vezes de uma forta tão hermética que sempre me pareceu coisa de "ecoxiita", "ecochato" ou "biodesagradáveis". Vendo os dados apresentados, me senti uma alienada, vivendo num mundo de mentiras, onde as verdades tem cara de protesto infundado. Estamos tapando o sol com a peneira... e sem protetor fato 100 isso vai queimar e feio.... Não estou aqui discutindo questões politicas, como o que motiva o documentário, pq Al Gore ataca veementemente a portura de G.W. Bush e de seu pai (se fosse só ele...), quais os interesses econômicos financiaram o projeto, a questão dos EUA ser centro do problema e da polêmica, quanto tem movimentado de dinheiro (Al Gore vem ao Brasil este mês para uma "palestra"para uma platéia seleta, ao custo de 200 milhões de dólares, patrocinado pelo Banco Itaú....)... Não estou aqui tentando achar mocinhos e bandidos (até pq neste caso somos todos bandidos...)... Mas apenas me senti o tapa na cara, vendo a realidade dos fatos, da evolução de um problema, que parecia tão distânte e tão científico. O documentário apresenta gráficos das oscilações de temperatura nos últimos 200 milões de anos, o que remonta diversas eras glaciais, e como a ação rescente do homem, e a emissão desmedida de CO2 tem contribuido para números alarmantes. Mostrou fotos comparativas de locais antes completamente congelados no incio do século passado e agora... Recomendo para quem ainda não viu, que tire um tempinho para assistir o documentário, refletir sobre o assunto, tirar suas conclusões. Aqui, digo mais uma vez, não me importam neste momento as reflexões sobre questões políticas e economicas. Neste momento me importa a questão premente, desta verdade realmente inconveniente. A questão de que mundo estamos vivendo, que mundo estamos construindo, que mundo deixaremos às futuras gerações. Num país onde tropeçamos em problemas de ordem social e econômica a cada metro na rua, ficamos por vezes alienados do problemas globais, dos problemas da nossa convivencia na terra, do nosso conforto a qualquer custo. Não sei ainda o que fazer, qual a minha contribuição para a melhora da situação. este assunto pra mim é novo. Saiu do documentário, da revista, do jornal e esta habitando a minha consciencia, que ainda não sabe o que fazer. Mas agora eu sei que tenho que fazer. Mesmo com o dia-a-di corrido. Mesmo com as milhares de outras preocupações. Mesmo sendo o futuro algo intangivel.

Volto agora a minha realidade, adicionada de mais esta grande preocupação, dos trabalhos empilhados, das idéias que tem prazo pra tomar forma e vida, da reunião de daqui a pouco, da aula da tarde, da maratona (já relatada aqui) de mais a noite.
Eu que me achava tão antenada, tão intelectualizada.... Me descobri omissa, preconceituoza e alienada... Mas ainda não é tarde... É... acho que estou me tornando uma "biodesagradável"... ação e reação... ato e consequência... espero ter plantado uma sementinha de curiosidade em vcs... que no futuro breve possa ser uma plantinha "biodesagradável" tb....
Cambio Desligo

5 comentários:

Monalisa disse...

Olá Mila, eu não me considero tão alienada assim porque sempre vejo reportagens e documentários sobre assunto. A coisa está muito feia mesmo, eu fico imaginando que quando eu estiver com 80 anos talvez seja normal no Sudeste termos temperaturas constantes de 40º na sombra. Mas pelo que tenho visto, há muitos interesses políticos e geográficos no assunto, é um tema polêmico, tenha certeza. Abraços...

""""Sim sou eu Mesmo!!"""" disse...

cara esse seu texto provoca revolta..... bjusss

Camilinha............. disse...

caraca!!!
Inspirada hein!!!
Agora me obrigou a refletir mais um pouco!!!
Bjs!!!
DigiBrabuletinha!!! hehehehe

Carlinha disse...

oieee
não lí ainda...rs
(sou sincera..)
mas passei pra dizer oi..
bjus

Fabio disse...

Questão que preocupa muito. Se não me engano Al Gore já esteve no Brasil a semana passada, pelo menos, estava com a Xuxa pra cima e para baixo no RIo de Janeiro divulgando um show mundial sobre a questão. Numa das escolas que estou atuando estamos desenvolvendo um prjeto de conscientização, mas tenho observado que nada faz com que despertamos de forma consciente para a questão, continua aquela coisa de você falar pra econominzar energia e deixar a luz da sala acesa quado desce para o intervaloc om alunos.
Beijos e boa quarta-feira!