Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

quarta-feira, 19 de março de 2008

Contos - Limiar da Sombra - VII


Não existem verdades irrefutáveis. Existem apenas verdades ou verdades particulares. Alguns chamariam isso de ponto de vista. Não me importa o nome. Durante anos vivi entre a ilusão e a verdade. A ilusão que todos fazem de mim. E a verdade do que sou. A esta altura você deve se perguntar o que sou, ou ao menos estranhar o que deva entender. A verdade é que não passo do que chamam de vampiro. E esta é uma condição da qual não posso e, sinceramente, não quero fugir. Me tornei assim a muito tempo e por muito tempo tentei renegar minha condição. Porque também vivia com a idéia errada que as pessoas fazem do que me tornara. Na verdade, não vivo de sangue, não me escondo na noite, não tiro vidas e não temo cruzes ou prata. Na verdade meu sangue pulsa, o sol me faz bem, só vem a mim os que assim desejam e sempre rezo e uso prata. Não espero que acredite em mim. Eu por muito tempo não acreditei. Achei que era maldição o que era apenas... destino. Não questiono mais os rumos que minha vida tomou. Sim, vida. Não quase vida, ou quase morte. É certo que não vivo mais sob as mesmas regras que vocês, que não mais me submeto a todas as leis da física, que vocês conhecem e as que ainda nem imaginam. Mas sim, estou viva. E vivo de energias, sobretudo daquelas que são negligenciadas. Vivo de almas... daquelas que se perdem e das que querem se perder. E não faço escolhas. Apenas aceito o que me é oferecido.
Agora já é tarde e hora de vagar por ai, a procura de ócio e prazer. Para você, tenho apenas um conselho, que podes ou não aceitar. Não te direi que sou e peço que não queiras saber. Não me procures, nem tente. Esteja sempre atento a sí e aos que amam. Não permita que me aproxime e não me convides ao teu entorno. Poderia lhe custar muito... tempo ou sua alma.

11 comentários:

Carmim disse...

Não me importa o que és, não importa o que eu sou. Importa apenas que por alguns instantes os nossos caminhos se cruzam, e é sempre que venho aqui as tuas palavras fazem-me pensar!
Saio mais rica.

Beijo.

david santos disse...

DE ESPÍRITO COBERTO

Que xaile negro nós somos,
Sempre negro, mesmo ao invés;
Mostra algumas clareiras,
onde reina a estupidez.

Uma Santa e Feliz Páscoa

David disse...

Uia! Bunitim, bunitim. Mim aprovou :P

Um abraço

Sig Mundi disse...

Mila,

Passei pra te desejar uma Feliz Páscoa!

bjs, andrea

Renata disse...

Ei fiquei com medo, mas a madrastas adorou!!! rs..rs.rs..

Querida, todos temos que enfrentar nossas sombras, quaiquer que sejam elas, vc não acha?!Então ótima páscoa para vc, vampirinha..rs..

bjos

Marcelo Martins disse...

A vida é feita de altos e baixos, isso que faz da vida algo tão desafiador e fascinante.
logo logo você estará no alto de novo.

Beijocas, Mizinha =)

hashmalim disse...

Compreendo totalmente seu texto...
De fato as pesoas de bem, aceitam as outras, pelos que elas são de verdade e não pelo que os outros dizem ou impõe... SIM pode custar caro...levar tempo ou perda da Alma. Esta ai o desafio...

Beijos querida!

««§εмф†ϊvф»» disse...

Puxa Mila, que bom foi ler isto que vc escreveu.

Pelo menos agora sei que existem outras pessoas com a visão parecida com a minha.

O meu caso ficou um pouquinmho mais complicado pq fui descobrir isso cedo demais, aos 16 anos. E nesta idade liberdade d expressão é a única coisa que vc acha que tem, mas não tem. Dois anos depois desta mudança, as pesoas se acostumaram e viram que não era fogo de palha.

Sinceramente, hj me sinto bem melhor. Não digo superior, apenas mais evoluída.

Sinto que vc tb está assim. Menos alienada e muito mais "realista", pelo menos de acordo com a minha verdade.

Um grande abraço e parabéns pelo post!

Ray

ki-colado disse...

É pela Internet que fica mais fácil sermos o que queremos. Este vasto mundo de ilusão é muito bonito como um exilio para a mente.

Feliz Páscoa e boa ventura.

Beijos virtuais.

Oliver Pickwick disse...

Tem clima de final, mas acredito que ainda não acabou, não é?
Lembranças ao Vlad, e vida longa para a boa gente da Transilvânia!
Beijos!

Anne disse...

Uiaaaaaa, que fim heim? Meeeeedo do dark side, pelo jeito ele anda rondando...hasuhasuhas. AMEI, esse eu nao esperava mesmo!

Desculpa o sumiço mana, mta correria mas acho q semana q vem volta ao normal. Agora vou terminar uma palestra que vou dar amanhã cedo, cheguei faz pouco do consultório. Espero te ver em breve!

Bjos, te amo de montão