Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Diário de Bordo - Procurando saber

Procurou saber por onde ele andava. Mais do que mera curiosidade, era uma vontade imensa de saber se estivera por perto. Quem procura, acha, já diz o ditado e uma amiga querida sabiamente sempre lhe dizia que quando não se quer saber de alguma coisa, não vá atrás, pq certamente ficará sabendo. Mas ela queria saber. E soube. soube que ele andava rondando, obtendo noticias na surdina. Mas isso não significava o que ela queria. Não era um interesse por ela, mas uma mera curiosidade, dessas singelas, sem compromisso. Ela não, queria saber tudo, saber se ainda amava outra, se conseguiria um dia povoar os sonhos dele, provocar nele tudo aquilo que apenas com uma palavra ele provocava. Mas ela soube, o que queria saber, mas não exatamente. O que queria que acontecesse. Mas algo dizia, que não deveria ainda desistir de procurar... de saber... quem sabe.

17 comentários:

Carlinha Estrelinha disse...

Ai ai....
essa procura...
Nada melhor do q não procurar...
me ensina como se faz isso??? eu esqueci... :S

beijos Mila...

Patty Diphusa disse...

Procura desenfreada, vira um vício. deveria ter uma associação dos procuradores anônimos para discutir a cura.
bjs

CeiSa MartinS disse...

AI meu Deus...
Não háditado que mais me assombre do que esse! rs
Pq eu sempre acho! SEMPRE!
E geralente não me satisfaz...

rs

Beijos!

Sig Mundi disse...

Concordo com a Patty, desenfreou a coisa!
bjs, andrea

Alice disse...

... lindo texto !!
bjkassss

Violeiro disse...

que blog lindo,Mila!Femininaço!!!
Agora,aprende:homem quando tá afim não fica esperando,assuntando,perguntando:vai pra cima,com tudo!Vai pra cima,Mila...vai....boa sorte..."é noite ainda pra dizer adeus"

Aline disse...

ô raça curiosa esse nossa heim? mtas vezes a gente se ferra nisso de querer saber de tudo, mas melhor sofrer consciente do que ser iludida né?

Bjm queridona

Carmim disse...

Nem sempre aquilo que encontramos é o que procuramos, mas melhor saber do que viver na ignorância!!

Beijos.

Margarete disse...

Muito lindo.... quem sabe...
Beijinho

Mélica disse...

A busca é uma motivacao para seguir a vida!
Tenho tido pouco tempo para conferir os blogs dos amigos, mas assim que as coisas aqui se acalmarem, volto para conferir as novidades, ok?
Tenhas um ótimo carnaval.. divirta-se!!
Beijos!!!

Naeno disse...

PAUTA

Eu queria fazer um poema
Assim, m�trico,
Tenso, como um fio el�trico
Para que todas as manh�s
Os p�ssaros viessem pousar e cantar.
Eu queria fazer uma m�sica
Na pauta tensa da rua,
Para todas as noites, a lua,
Tocar nela e rebrilhar.

Um beijo
Naeno

Anne disse...

Vai saber se é só curiosidade inocente mesmo!!! A gente nunca sabe...rs

Eu tb sempre quero saber, prefiro que a verdade doa, do que ficar criando os meus castelos de areia...sei lá, eu sou meio doida mesmo!

Lindo texto, mana, como sempre.
Aliás, quero a Mila devolta, manda eles trazerem??? Só pode ter sido abduzida...rsrsrs

Amo vc, bjossssss

Paula Calixto disse...

Isso tá a minha cara, cara!!!

[risos]

Mas... tudo bem. (;

Beijos, lindeza. Saudades. Perdão pela ausência e um excelente carnaval! (((:

Adoro tu!!! (;

Petê disse...

Linda,

A curiosidade matou o gato... às vezes é melhor ficar sem saber.

Mas se o coração mandou, que mal tem. Os clichês "tudo passa" e "o tempo cura" são os melhores na minha opinião.

E nada melhor que um dia após o outro... com uma noite bem aproveitada no meio.

Beijão e some não... ;)

Danilo Moreira disse...

Uma coisa eu acredito, entre saber e ficar curioso é melhor saber.

A curiosidade é boa em si, mas depois de um certo tempo, vira tortura, e dependendo da situação, pode virar remorso.

Bjao

----------------------------------
http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.

Novo texto: História de Um Quarto Aberto
----------------------------------

Renata disse...

Adorei o texto, bem estilo cenas da vida real... esse é um dilema difícil, depende muito da situação. Se não sabe não sofre, é verdade, mas as vezes se não sofre tb não muda... sei lá, depende de tantas coisas, mas quem é que nunca passou por isso?!
bjos e ótimo carnaval

elvira carvalho disse...

Quem procura acha e quem espera sempre alcança. Só que às vezes, não alcançamos quem queremos, e achamos quem não queremos.
Bom Carnaval.
Um abraço