Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

sábado, 24 de novembro de 2007

Diário de Bordo - Palavras

Em cada tecla que meus dedos iam pousando, era um pouco de tudo que ia se materializando. Aos olhares inadvertidos nada era visível, apenas o texto que ia se construindo na tela. Para aqueles que saiam, um mundo todo se construía junto, dentro, entre, e paralelo àquele texto. Uma aura densa se formava e a força era tamanha que de seus olhos brotavam torrentes de lágrima, tão densas e salgadas quanto as palavras que escrevia. Era um caminho que não tinha mais volta e ainda assim, um fardo pesado a ser carregado. Mas não havia escolha. Não naquela hora, em que palavras era ditas e verdades eram plantadas. E como um contrato sendo assinado, as palavras fluiam e tomavam forma, em seu rumo inesperado pelo teclado.

9 comentários:

Erika disse...

"Uma aura densa se formava e a força era tamanha que de seus olhos brotavam torrentes de lágrima, tão densas e salgadas quanto as palavras que escrevia"

gostei tanto disso.

beijo

Paula Calixto disse...

Depois sou eu que escrevo em "inter-textos", né? Hum... [risos]

Mais filosófico que esse seu, impossível! (:

Tô só na reflexão...

Beijos mais.

Ricardo Rayol disse...

Gosto muito destes teus textos

Girassol disse...

Quando as palavras descolam, não há nada que as faça parar... talvez por isso sejam tão poderosas!

Beijos.
Bom fim de semana.

Paola a Estranha disse...

Tão bom este seu texto!
Beijos

Marcus Vinicius disse...

ô moça! Deixe os dedos sempre assim! digitando freneticamente! A gente merece!


bjs

Fabio disse...

Que saudades de visitar esse mundo estranho e quando chego de volta um texto tão significativo e sensível. Sim....significativo e deverás sensível, coisas de Missila, selvagem como o vento e inteligente pacas. Que delicia está esse blog, li boa parte dos textos. Mil Beijos e uma semana linda!

Fabio disse...

Que saudades de visitar esse mundo estranho e quando chego de volta um texto tão significativo e sensível. Sim....significativo e deverás sensível, coisas de Missila, selvagem como o vento e inteligente pacas. Que delicia está esse blog, li boa parte dos textos. Mil Beijos e uma semana linda!

Anne disse...

Pelamor, eu viagei nessas entrelinhas, viu???

Adoro os seus textos, querida, os sérios, os engraçados, todos eles!

Realmente, palavras tecladas tb tem um poder mto grande sobre quem escreve e tb sobre quem lê...emoções, sentimentos, mágoas, dores, amores...vividos e registrados pelas pequenas teclas, quem sabe salvos para sempre em "meus documentos"...os do pc e os da alma!

Credo, to filosófica demais ultimamente...hasuhasuhaus. Bjos, amo vc!