Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

sábado, 8 de dezembro de 2007

Diário de Bordo - Escombros do Mundo

Sob os escombros do seu mundo se postou. Diante de si apenas o que sobrara da construção de seus sonhos. Era um mundo habitado por fantasmas e os destroços dos planos que fizera. Nada ali tinha vida. Apenas intenções mal-sucedidas e frustradas. Nada do que se via era bom, porque todo sentimento de perda e todo sonho não realizado acaba se tornando um fardo pesado. Acordara ali, sem saber como tinha chegado, sem memória alguma do que tinha acontecido e muito menos sabia como sair dali. Era um mundo sem fronteiras. E mesmo assim parecia pequeno e sufocante demais para que alguém pudesse sobreviver. Nada era claro ou lógico. Exceto a certeza de que tudo tinha que mudar.

7 comentários:

Batom Cor de Rosa disse...

e é essa certeza que move mundos e fundos =)

ps: adorei a imagem
bj

Renata disse...

macabro e encantador!!!!

bjos e ótima semana!

Paula Calixto disse...

Mutações...

refletindo, refletindo...

Beijos, Mil! (:

Anne disse...

Realmente, Milinha...esse tem tudo a ver com o post sobre o estranho mundo. Com essas suas palavras, quase posso ver a mim mesma, uns 4 meses atrás, quando me senti exatamente assim. De um dia pro outro minha vida perdeu o rumo que eu havia traçado e todos os planos tiveram que ser refeitos, isso abalou o meu mundinho, mas agora faz parte do passado...

Graças a pessoas que me amam e amizades preciosas como a sua, refiz minha escolhas, juntei meus momentos felizes e tive mtos outros mais. Percebi que é melhor fazer planos que dependam de mim e do meu esforço, não da vontade de outras pessoas. Assim não terei mais que reconstruir os meus castelos, não dessa forma...

Obrigada pela sua luz, sempre. Lindas palavras, apesar de extremamente tristes. Vc sempre me faz pensar!!!

Amo vc, mana! Bjos

(marta entre parênteses) disse...

eh
essa bagagem pesa demais.
esa dor de ´ e se ...´
eh quase insuportavel.
e essa de ´eu nao devia...´
pior ainda.

Ricardo Rayol disse...

apesar de não ter fronteiras parece um mundo sufocante... texto angustiado esse, gostei.

Alle Nascimento disse...

entendi o recado!
ps: imagem meio sombria...

abç Moça...