Bem Vindo ao Meu Mundo Estranho... aqui você não vai encontrar nada que tenha que fazer sentido... pois esta é uma manifestação do meu consciente/inconsciente... id, ego e superego... das minhas alegrias, meus medos, incertezas, loucuras e travessuras... afinal... me disseram que a beleza esta no caos...

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Contos - Limiar da Sombra - III

Passaram-se poucos minutos, que pra mim pareciam intermináveis horas. Cada segundo era como navalha cortando por dentro. O bom de se viver numa cidade grande, era saber que esta sensação não duraria muito tempo. Não demorou muito para que minha presença ali começasse a ser por alguns que passavam. Não que estivesse exatamente chamando atenção. Mas minha presença sempre tinha este efeito... sobre algumas pessoas. Era estranho tentar entender como algumas pessoas são simplesmente atraídas para o perigo, mesmo inconscientemente. Comigo era sempre assim. Algo do qual eu não podia fugir, que eu não podia evitar.
Percebi muito próximo um coração se acelerar. No ar o medo e a adrenalina se tornavam mais fortes e num ímpeto de coragem o rapaz se aproximou. Um sorriso quase confiante no rosto, mesmo com sua respiração entrecortada pelo esforço do exercício. Aproximou-se a pretexto de saber as horas. Sorri. E estava feito. Logo depois das apresentações, o papo começou a fluir. Tudo dentro dos planos. Agora era só uma questão de tempo... de pouco tempo. Me controlava cada segundo para não transparecer o que me gritava por dentro. Mas logo veio a insinuação... culminada em convite. Agora sim o jogo começara... pelo menos para um de nós.

Continua...

8 comentários:

Sig Mundi disse...

Não controla não! rs

bjs, andrea

Paola disse...

Hummmmmm.
Tem cheirinho no ar...
Quero saber conte-me tudo. rs
Beijão

Carmim disse...

Aguçando a nossa curiosidade...
(que venham os detalhes do próximo momento)! Tá, não precisam ser "detalhes muito detalhados", rs.

Beijos.

infaces disse...

A curiosidade ataca e irrita... Mas certas respostas estão nas entrelinhas. Algo que eu possa saber?
Temos um café a ser marcado, um dia a ser escolhido, um lugar a ser conhecido. Deixo tudo à sua escolha, confio no seu gosto.
Menina, seu blog é sempre fantástico.
Nota: meme novo para ti. Me visite!

Flavinha disse...

uau... jogos mortais aqui também???

O que a senhora anda fazendo, hein??

Deu até um arrepio quando cheguei ao fim...

Saudade que nem cabe, amor maior ainda.

Beijos!!

Paula Calixto disse...

Essa estória tá empolgante, viu?!

Ah! só pessoas especiais não passam despercebidas. Quero saber o próximo episódio do enredo da protagonista do conto.

Beijos, moça-linda.

P.S.: Tá uma praga dessa isca de vírus, hein!!! NÃO CLIQUE NO LINK E NEM NO PERFIL (NOME) DE "zulkijora"! É VÍRUS!!! Já foi lá no meu blogue com essa isca e tá indo no blogue de um monte de gente com vários "nomes"! (;

Anne disse...

Ulaláaaaaaa...mesmo vc tendo me deixado morrendo de ansiedade pra ler a continuação, agora acabou essa parte e começou uma mega curiosidade sobre o resto...ashasuhaushuas

Maninha, maninha, quero saber o q é q vc anda fazendo por aí...não posso virar as costas e já vai vc pros jogos mortais??? rsrsrs

Tenho mais uma reunião hj, mas espero voltar a tempo de te ver no msn...pelo menos me manda um recadinho, sua má, fico com saudade de ti!!!

Bjokasssss, love u um tantão gigante!!!

Oliver Pickwick disse...

Neste capítulo, cabe a frase (em off): "escolheu a pessoa errada, garoto!"
Beijos!